DESTAQUES

Sobrecarga mental: saiba lidar com o excesso de informação

Elisandra Vilella G. Sé 28/11/2017 SAÚDE E BEM-ESTAR
Sobrecarga mental: saiba lidar com o excesso de informação
Fonte: imagem Pixabay
Veja neste texto como filtrar o volume de informações recebidas no dia a dia

por Elisandra Villela Gasparetto Sé

É superimportante entender como o cérebro organiza as informações para que possamos dar conta do conjunto de estímulos, fatos, cenas e informações que somos bombardeados constantemente na atualidade. É preciso saber codificar o que é significativo, ser adaptável e aplicar no dia a dia aquilo que será realmente útil.

Com a sobrecarga de informações que estamos expostos, temos que assumir o controle dos nossos sistemas de atenção e memória.

Hoje nosso cérebro está o tempo todo ocupado, temos que descobrir o que podemos descartar e o que registrar na agenda para diversas atividades.

Sempre o ser humano dispôs de prestadores de serviços especialistas para nos auxiliar, ajudar, ou até mesmo realizar uma tarefa para nós, como por exemplo, um agente de viagem que fazia sua reserva de passagem e hotel quando você ia viajar. Hoje nós mesmos fazemos a maior parte das coisas, muitas atividades são um grande desafio. Estamos fazendo o trabalho de mais de dez pessoas diferentes ao mesmo tempo, em casa ou no trabalho, no lazer e em qualquer horário. Utilizamos as facilidades das ferramentas da tecnologia e as facilidades de serviços e não damos conta da sobrecarga cognitiva no final do dia ou semana.

Não é de se espantar que às vezes uma tarefa, um compromisso se confunda com o outro, ou esquecemos o dia, o lugar onde marcamos um compromisso ou reunião. É muito comum ver pessoas que perdem objetos, esquecem senhas.

Na situação de estresse, de sobrecarga cognitiva as falhas de memórias são temporárias, específicas, durante minutos frenéticos que estamos correndo para cumprir algo, realizar duas ou três coisas ao mesmo tempo, além de ter que acompanhar notícias e conversar com parentes, amigos, companheiro e colegas de trabalho de modo digital ao mesmo tempo, durante o dia e à noite. Muitas pessoas têm a dificuldade de separar o trivial do importante.

Para processar informações durante o dia sem estresse e saber filtrar o que é significativo, é preciso disciplina, saúde física e organização.  

A disciplina está relacionada com a educação que você teve ao longo da vida. Trata-se de uma tomada de decisão que ajuda você a focar a atenção naquilo que é realmente importante.

A saúde está relacionada com a saúde cerebral, sem que os neurônios estejam com um bom metabolismo, a pessoa não terá bom desempenho nas tarefas do dia a dia.

Se não dormir uma boa noite de sono, se não comer bem, e se os neurônios ficar sem oxigênio e glicose o suficiente para sobreviver, a mente não irá funcionar de maneira satisfatória. E a organização é um hábito que vai ajudar na produtividade, na capacidade de processamento das informações, vai ajudar a estabelecer prioridades.

Uma mente organizada nos leva sem esforço às melhores tomadas de decisões e realizações na vida pessoal e no trabalho.

Um fator importante da organização é a categorização. Categorizar as coisas ajuda a não sermos engolidos pelas informações e estímulos pelos detalhes. Categorizar ajuda a criar semelhanças entre as coisas e facilita a buscar as informações na memória. Um outro fator é utilizar a categorização de modo hierárquico.

Da mesma forma, podemos utilizar a técnica da categorização e armazenamento de informações e também por hierarquia nos relacionamentos e interações humanas. Embora saibamos que as redes de relações atuais são complexas demais para serem organizadas, é possível organizar os contatos por grau de privacidade, reciprocidade, confiança, afeto, altruísmo, identificação, reconhecimento e fatores contextualizados do trabalho. Toda forma de organização ajuda a minimizar o estresse e a sobrecarga de informações e atividades na vida contemporânea.

Publicidade - o texto continua abaixo.



A estratégia de ignorar informações irrelevantes, coisas que sugam sua energia sem fundamento, fatos, notícias inúteis, não responder todas as mensagens que chegam o tempo todo, são hábitos que irão ajudar a manter o foco na produtividade e evitar distrações.

Procure reservar parte do dia para trabalhar em determinados assuntos, para resolver problemas importantes, reserve um local específico, sossegado para trabalhar com concentração e valorize-se.

A maior satisfação é chegar ao final do mês e do ano com a sensação de dever cumprido, sem estresse, com o prazer de completar ou finalizar um projeto e ter apreciado a vida com energia e entusiasmo.




TAGS :

    sobrecarga, cognitiva, informação, mente. cérebro, estresse

Elisandra Vilella G. Sé

Fonaoudióloga pela Faculdade Tereza D'Ávila de Lorena (FATEA/USC) (1995), Mestre em Gerontologia pela Faculdade de Educação da UNICAMP (2003); Doutorado em Linguística - Área de Neurolinguística pelo Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP (2011); Especialista em Educação em Saúde para Preceptores do SUS pelo Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio Libanês (2013); foi pesquisadora visitante na Associação Alzheiemr Portugal em Lisboa (2013); Coordenadora da ABRAZ - Associação Brasileira de Alzheimer - sub-regional Campinas e Jaguariúna.



ENQUETE

De qual problema você gostaria de se livrar em 2018?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.