DESTAQUES

Sinto-me obrigado a viver com minha mulher por ela ser mãe de meu filho. O que faço?

Blenda de Oliveira 01/01/2016 PSICOLOGIA

por Blenda de Oliveira

"Sou obrigado a viver com uma pessoa que não amo, sinto-me responsável, pois ela é a mãe de meu filho"

Resposta:
Entendo que a presença de filhos num casamento faça uma diferença para algumas sérias decisões como, por exemplo, separar-se. Entretanto, é importante considerar que apesar dos pais serem muito importantes para os filhos, nem sempre eles devem ser o motivo para manter um casamento.

Filhos preferem pais felizes e, saiba, eles percebem e não gostariam de carregar esse peso.

Você continuará sendo pai e poderá proporcionar à mãe de seu filho uma estrutura que a deixe numa boa situação. Por que tem que tomar conta dela?

A minha colocação é genérica, ja que não conheço as razões pelas quais se sente tão responsável e tampouco a visão dela.

Em todo caso, se tem certeza que não é a pessoa com quem quer estar, busque a psicoterapia para se fortalecer e entender as razões para sentir-se tão preso e sem saída.

Há muitas alternativas, precisa conhecer-se mais e dar a você a oportunidade de ir atrás do que considera melhor. Considere essa possibilidade, pois terminará desenvolvendo pela sua mulher sentimentos de irritação e raiva como se ela fosse culpada por você se sentir tão infeliz!

É difícil, mas é possível!

Boa sorte!

 

 

 

 

Vya Estelar Responde

Vya Estelar quer colocar você, querido leitor, mais perto ainda de nós. Esse profissional irá responder dúvidas enviadas pelos internautas sobre um determinado tema. A psicóloga e psicanalista Blenda de Oliveira responderá dúvidas e perguntas sobre conflitos familiares e entre pais e filhos. Os e-mails serão selecionados e editados de acordo com critério editorial do Vya Estelar, já que não será possível responder a todos. Seu nome e e-mail serão preservados.

ENVIAR PERGUNTA



Blenda de Oliveira

Doutora em psicologia clínica pela PUC-SP. Psicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP). Psicoterapeuta de adultos, adolescentes, crianças, famílias e casais. Atuante como Life Coaching em diversas áreas, utilizando essa metodologia para colaborar nos processos de sucessão familiar nas empresas.



ENQUETE

De qual problema você gostaria de se livrar em 2018?








VOTAR!
Vya Estelar - Qualidade de vida na web - Todos os direitos reservados ®1999 - 2017
O portal Vya Estelar não se responsabiliza pelas informações e opinião de seus colunistas emitidas em artigos assinados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação.